h1

Fogueira.

dezembro 29, 2010

Na Coda do exemplar de Fahrenheit 451 que tenho em mãos, Ray Bradbury , com poucas palavras promove uma crítica mordaz contra a censura que envolve a literatura. Os colégios que o digam servem de expiação a toda gama de especulação sobre o que pode e o que não pode ser lido. Oxalá, retirar bons volumes literários da prateleira dos infantes por conterem linhas discursivas avessas à condição limítrofe de nossos tecnocratas sirva mais e mais para aumentar a sede da boa leitura, e assim pensar e repensar o status quo de nosso universo cultural.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Filosofia Animada

Sitio Virtual onde se encontra o registro das práticas educacionais do Prof. Daniel Carlos.

MariaLDario's Blog

Blogue de Filosofia

Filosofia Crítica

"Levar a filosofia às pessoas, levar as pessoas a filosofar." tiomas@yahoo.com

cantinhodadriade

This WordPress.com site is the cat’s pajamas

GRUPO DE INVESTIGAÇÃO EM LITERATURA E FILOSOFIA

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

léoguimarães

Just another WordPress.com weblog

EduTec: Blog de Paloma Chaves

Minhas andanças por esse universo...

Gambito Evans

Fique sabendo por aqui como andam a Educação e a Arte do Xadrez na cidade de Indaiatuba/SP, Brasil

MIOPIA

POESIA NA ÓTICA DE CLÁUDIO GUILHERME ALVES SALLA

WordPress.com

WordPress.com is the best place for your personal blog or business site.

%d blogueiros gostam disto: